ArtigosDestaques

Setor imobiliário discute ESG e suas aplicações

ESG 2021

Com patrocínio do Grupo Souza Lima, evento do SECOVI objetivou mostrar como os critérios ESG (Environmental, Social and Governance) podem impactar as organizações e os negócios

O Secovi-SP e Aelo (Associação das Empresas de Loteamento de Desenvolvimento do Estado de São Paulo) realizaram, no dia 24/11, o evento Diálogo ESG do Setor Imobiliário, de forma híbrida, online e presencial, para construtores, incorporadores, demais profissionais do mercado imobiliário e interessados no tema.

Para tratar sobre Governança, João Carlos Redondo, diretor da MR Consultoria, realizou a palestra “O que gera valor para seu negócio?” e, por meio de uma introdução conceitual, esclarecer que o “E (Environmental)” não se limita apenas às ações de sustentabilidade praticadas há anos pelas empresas. A proposta foi levar os participantes a refletirem sobre a capacidade de as práticas ESG gerarem valor para os negócios, além de receita e lucro, e que a governança é a linha mestra para o direcionamento estratégico.

Na palestra S de Social, de Stakeholder, de peSSoaS, Raquel Carneiro, CEO da Ideal Social, mostrou que as empresas são parte de um sistema social maior e mais amplo e, com o avançar dessas temáticas no mercado corporativo, torna-se cada vez mais essencial desenvolver uma agenda social que gere valor compartilhado para o negócio, as empresas – sejam elas de pequeno, médio ou grande porte –, e a sociedade. Ao tratar do pilar “S”, cujo olhar é para as pessoas, o painel apresentou reflexões importantes e estratégicas.

Para encerrar o evento, Maria Eugênia Buosi, CEO da Resultante ESG, abordou o tema “ESG na prática: Inspiração e transpiração. Nela, a palestrante apresentou o cenário ESG do setor (ESG Research), além de identificar e debater temas relevantes para a construção da agenda setorial.

Para o Grupo Souza Lima apoiar eventos que divulguem os conceitos ESG vem ao encontro de seus valores. Manter a gestão sempre atual, em linha com as diretrizes que regem também seus principais clientes e parceiros, é uma vocação muito forte no Grupo Souza Lima. Há anos, a empresa já adota medidas sustentáveis, de acessibilidade ampla e de responsabilidade corporativa e transparência, mas agora reúne e amplia todas essas frentes sob a bandeira ESG e encontram eco no meio corporativo, pois seus clientes também querem contratar fornecedores que entendam e apliquem seus princípios.

Leia também

More in:Artigos